Basta seguir as regras

do seu próprio corpo.

Assim que o bebé se alimenta do seu peito após o nascimento, as glândulas mamárias começam a trabalhar. Uma hormona estimula a preparação do leite materno, enquanto a outra faz com que o leite seja libertado. O seu corpo produz a quantidade certa de leite, na temperatura ideal.

Se quer amamentar por mais tempo, não adicione qualquer outro alimento na dieta do seu bebé - não se preocupe mesmo que em determinados momentos o seu bebé não mame o habitual. O seu bebé sabe exatamente quando e quanto leite materno necessita para crescer grande e forte. As glândulas mamárias irão reagir imediatamente. Ao terceiro dia, o mais tardar, o seu peito irá produzir menos leite. E o mesmo também se aplica no cenário oposto; quando o seu bebé cresce, e quer mais leite, a quantidade de leite disponível no seu peito aumenta em conformidade. Como o seu bebé mama mais e com mais frequência, as suas glândulas mamárias produzem mais leite para atender a esse aumento.

Coisas que se deve sempre lembrar quando estiver a amamentar: o seu bebé alimenta-se de tudo o que a mãe se alimenta. Evite o álcool, cigarros, medicamentos. Deve, portanto, evitar qualquer coisa que possa prejudicar a sua saúde - especialmente as dietas com toxinas que possam entrar no leite materno. Permita-se comer a quantidade que entender. Certifique-se no entanto que come uma dieta variada e saudável, composta de frutas e legumes, bem como produtos lácteos, ovos, carne e peixe. Mas esteja preparada: Mesmo os alimentos saudáveis ​​podem ter efeitos colaterais desagradáveis​​. As laranjas podem causar em alguns bebés rabinhos doridos, e o alho, legumes, repolho e até alimentos integrais podem causar flatulência grave.

A equipa de especialistas NUK está à disposição para responder a todas as suas perguntas sobre os diversos temas na secção vídeos.